Santarém regista muitas viagens nocturnas, Vila Real tem hora de ponta ao almoço

Conclusões do estudo InLUT sobre mobilidade vão ser apresentadas a 5 de Junho, em Lisboa

07.05.2015

Santarém regista um volume de viagens muito intenso à noite que é superior a outras cidades médias portuguesas como Vila Real, Castelo Branco e Faro, que durante o período nocturno têm um número de viagens “quase inexistente”. Já Vila Real vive no período do almoço, entre as 13h00 e as 14h00, um “pico considerável do número de viagens”, uma espécie de hora de ponta no interior norte do país. Castelo Branco e Faro parecem adormecer à noite, tendo em conta que a horas tardias o movimento é baixo.

 

Estas são algumas das conclusões de um projecto de investigação sobre padrões de mobilidade que se debruçou sobre estas quatro cidades portuguesas de média dimensão – Vila Real, Castelo Branco, Santarém, Faro – e que vai ser apresentado no próximo dia 5 de Junho, na Biblioteca Nacional, em Lisboa num seminário internacional do projecto InLUT (Integration of Land Use and Transport in Medium-Sized Cities).

 

O estudo, que contou com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e União Europeia, foi desenvolvido por investigadores da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD), Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa (FA-UL) e Universidade do Algarve (UAlg), que estudaram as interacções entre os usos do solo e transportes e a forma como estas se repercutem nos movimentos e padrões de mobilidade

 

O projecto tem várias inovações, desde logo em termos conceptuais, já que “os estudos desenvolvidos ao nível internacional focam-se sobretudo em grandes áreas urbanas”, mas também porque em Portugal são poucos os estudos existentes ao nível destas matérias”, destaca o grupo de investigadores ao Jornal Arquitecturas. Por outro lado, as metodologias desenvolvidas são inovadoras a nível nacional e internacional e a comparação entre outras realidades internacionais já é possível.

 

A oportunidade de desenvolver este projecto surgiu associada aos conhecimentos científicos que Rui Amaro Alves (UTAD) tem sobre as matérias e os resultados alcançados durante a tese de doutoramento de David Vale (FA-UL). “A dinâmica existente entre os dois, docentes e investigadores, promoveu a criação de um projecto de investigação de âmbito nacional e internacional, a que hoje estão associados professores e investigadores da UTAD, FA-UL e UAlg, bem como professores do University College London”, explicam.

 

O projecto, que está agora a chegar ao fim, terminará com a divulgação de resultados, no seminário. O grupo de trabalho acredita que esta temática tem “um potencial imenso para novos estudos e espera que futuramente estes estudos possam ser integrados na área do planeamento territorial em Portugal”.

 

Os investigadores consideram que o evento de dia 5 de Junho é “uma excelente oportunidade para apresentar os resultados obtidos e promover a discussão por parte de um conjunto de especialistas nacionais e internacionais”.

 

A entrada para o seminário é livre mas sujeita a inscrição. O Jornal Arquitecturas é media partner do evento e vai acompanhar o seminário.

 

Ana Santiago 

 

Foto: Ponte Salgueiro Maia, Santarém - Wikimedia Commons

TAGS: projecto de investigação , InLUT , Integration of Land Use and Transport in Medium-Sized Cities , 5 de Junho , seminário internacional , Santarém , Vila Real , Castelo Branco , Faro
Vai gostar de ver
VOLTAR